terça-feira, 13 de dezembro de 2011

PARÊNTESES - Pedro Du Bois


 Obrigada, Pedro, por mais essa beleza!


PARÊNTESES

Pedro Du Bois

ser a vida entre parênteses
na explicação dos teores ocultos
no desplante: mentir explicações
de contados elementos na imagem
modulada no limite do esgarçamento:
conta apresentada em favores;
desligar o som e explicar o silêncio
do quarto entreaberto em atos.
O sentido do rosto contra o espelho
melancólico das imagens. Texto
tosco das palavras sem sentido.

(Pedro Du Bois, inédito)

Um comentário:

  1. Eu é quem agradece, Martha, pela gentileza da publicação. Abraços, Pedro.

    ResponderExcluir